domingo, 29 de maio de 2011

Planos de secção e Termos de posição e direção

Para terminarmos de criar um respaldo para o estudo da anatomia humana, ainda falta entendermos o que são os planos de secção e os termos utilizados para designar posições e direções, acredito que como os itens anteriores, não são coisas difíceis de compreender; tentarei colocar de uma maneira bem fácil para compreensão.
Planos de secção

Bom, geralmente para podermos visualizar melhor composições e localizações de órgãos, nós encontramos figuras em que os mesmos estão seccionados; mas não é como cortar bife ou fazer recortes, temos três planos de secção que são utilizados:

- Plano Sagital, que divide o corpo em duas metades, direita e esquerda;
- Plano Coronal ou frontal, que divide o corpo em duas metades, anterior e posterior;
- Plano Transverso, que divide o corpo em duas metades, superior e inferior.

Como sempre, para exemplificar, abaixo segue uma imagem dos cortes:


Por favor, gente, não vamos confundir planos de secção com eixos; eu quando comecei a estudar via tudo como a mesma coisa, mas não é,  se preciso, releiam o que SÃO eixos e o que são planos de secção.

Termos de posição e direção

Num futuro (não muito distante) iremos ver que órgãos são descritos em faces, bordas ou extremidades que tomam nome de acordo com o plano de secção ou os eixos, que ja vimos, AHÁ, agora faz sentido, né? claro gente, não estaríamos vendo isso tudo de bestas.
Então, voltando ao foco, vamos imaginar juntos o plano de secção sagital, isso, passando com exatidão no meio do corpo, como na figura acima; podemos dizer que éssa é a linha média do corpo e toda borda ou órgão voltados para ela, é chamado de medial.
Um órgão que esteja mais afastado da linha mediana, em relação à outro órgão, ou seja, que esteja próximo as bordas laterais é considerado lateral.
Se um órgão está entre dois outros órgãos, denominamos ele intermédio.
Qualquer estrutura que estejam situadas, exatamente, no plano mediano são designadas como medianas, um exemplo são as vértebras.
Podemos também dizer que um órgão é superior ou inferior, interno ou externo, superficial ou profundo e, isso não é à toa, sempre relacionamo-os com alguma estrutura, secção ou eixo.
Quando estivermos falando de MEMBROS usamos os termos proximal ou distal, para designar que uma parte está mais próxima ou mais distante do início do membro.
E...CHEGA...chega, chega e chega; creio que agora ja temos base suficiente para começar o estudo do primeiro sistema, o sistema ósseo; espero que tudo esteja bem claro até aqui, se estiver, entenderemos sem nenhum problema o conteúdo à seguir.
É isso ae!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário